Projeto Porto Maravilha: Quais perspectivas para a promessa carioca?

Projeto Porto Maravilha: Quais perspectivas para a promessa carioca?

Fruto de uma Operação Urbana Consorciada (OUC), como a região da Faria Lima, em São Paulo, o Projeto Porto Maravilha foi criado a partir de lei municipal (101) em 2009, para a revitalização urbana da Região Portuária do Rio de Janeiro.

Com prazo de 30 anos para sua conclusão e custo total estimado em R$ 8 bilhões, o projeto compreende área de 5 milhões de metros quadrados, englobando parte dos bairros do Caju, Gamboa, Saúde, Santo Cristo e parte do Centro da cidade.

A implantação do projeto tinha como objetivo declarado preparar a região para a Copa do Mundo FIFA de 2014 e dos Jogos Olímpicos de Verão de 2016, bem como desenvolvê-la economicamente, e criar novas oportunidades de emprego, moradia, transporte, cultura e lazer para a população local.

“Região-promessa”, o Porto atraiu a ampla maioria dos novos projetos do mercado carioca nos últimos cinco anos, em parte devido à flexibilização da Legislação Urbana na região e a alta possibilidade de valorização imobiliária, decorrente de intervenções de infraestrutura por parte do poder público.

A região representa hoje 7% do estoque de empreendimentos corporativos A+/A e B da Cidade Maravilhosa, o equivalente a 193 mil m². Os escritórios corporativos de alto padrão (A+/A) equivalem a 96% do volume total construído na região – empreendimentos B representam 4%.

Todas as entregas registradas nos últimos anos, no entanto, ocorreram em períodos de crise econômica e instabilidade política, o que colocou uma trava no sonho carioca. Atualmente, apenas 43% da área construída no submercado do Porto Maravilha encontra-se ocupada. Desse total, três empresas equivalem a 56 mil m² locados ou 29% do estoque total construído.

Passados 10 anos desde sua criação, e faltando mais duas décadas para a conclusão do prazo para seu desenvolvimento, quais as perspectivas para a promessa carioca? É o que os especialistas da Binswanger Brazil tentam desvendar com este estudo especial de mercado.

Projeto Porto Maravilha

img

Binswanger Brazil

Relacionados

Resolução 4661

Resolução n.º 4.661: Entenda o que muda para os fundos de pensão

O Conselho Monetário Nacional (CMN) editou, no ano passado, a resolução nº 4.661, que endureceu...

Continue Lendo
Como escolher um Galpão

Como escolher um galpão para sua empresa

A locação de galpões industriais e logísticos representa, para muitas empresas, a diferença...

Continue Lendo
blog-crise-hoteleira-pode-gerar-oportunidades-de-compra

Bins na Mídia: Crise hoteleira pode gerar oportunidades de compra

O grupo norte-americano Host Hotels & Resorts (HST.N) está vendendo seus três hotéis no Rio...

Continue Lendo